GESTÃO DE EQUIPES NA CRISE: COMO MANTER SUA FRANQUIA DE IDIOMAS ATIVA?

YZG | Franquias
Campanha 70 anos

15

JUL

Os tempos de crise são bastante marcados pela instabilidade. Em qualquer negócio, a incerteza acomete a todos, desde os investidores até as equipes de conservação e limpeza, por exemplo. Nesse sentido, para driblar as dificuldades e manter sua franquia de idiomas em atividade, a gestão de equipes é um ponto fundamental. 

Seja trabalhando em regime de home office ou de forma presencial, os funcionários precisam se sentir apoiados e motivados em suas funções. E é papel do gestor exercer a liderança para vencer todos esses desafios. Veja como isso é possível!

Promover o engajamento

Um dos pontos centrais da gestão de equipes em uma franquia de idiomas é o engajamento. Afinal, ele se relaciona diretamente à produtividade e, consequentemente, aos resultados. E em um contexto de crise, o gestor deve dar especial atenção à promoção do engajamento.

Engajar uma equipe é mobilizá-la e motivá-la em torno dos objetivos do negócio. Nos momentos difíceis, há muitos desafios. Pessoalmente, os funcionários se encontram preocupados com tanta instabilidade. E o gestor deve transmitir tranquilidade e segurança, criando uma relação de confiança mesmo em cenários incertos. É preciso trabalhar junto para que as oportunidades sejam encontradas.

Para tanto, é fundamental que os profissionais saibam exatamente o que deve ser feito. Um colaborador que compreende como sua tarefa deve ser cumprida tem um norte para seguir. E aquele que sabe quais são os prazos e as expectativas em torno dos seus resultados, sabe melhor como agir. 

Além disso, é preciso também escutar os colaboradores, para entender suas necessidades nesse momento específico. O que afeta sua motivação e sua produtividade? O que pode ser feito para que o profissional tenha as melhores condições de trabalho?

Com isso, o gestor consegue promover o engajamento em sua franquia de idiomas. E essa é uma ótima prática de gestão de equipes.

Planejar reuniões

O contato próximo com os profissionais é muito importante para a gestão de equipes. Como apontamos, é preciso compreender o que está acontecendo com todos os colaboradores de sua franquia de idiomas. Por isso, não negligencie as reuniões, sejam elas presenciais ou mesmo à distância.

Em primeiro lugar, são eles que sabem exatamente como estão as atividades em sua escola. Há algo faltando no estoque? Qual foi a taxa de cancelamento de alunos durante a crise? Todas essas informações estão à vista de sua equipe. E o gestor deve estar em constante comunicação com ela para se inteirar sobre todos os assuntos.

Se os profissionais estiverem em home office, por exemplo, utilize aplicativos e softwares de videoconferência. Contudo, fique atento à agenda de todos antes de marcar as reuniões. Uma recomendação é conduzir um alinhamento semanal com todo o time e, durante a semana, ter também reuniões menores com cada um dos setores.

Já se for possível ter reuniões presenciais, lembre-se que o contato pessoal humaniza a experiência e permite melhor interação. Portanto, dê preferência aos encontros com seu time.

De qualquer forma, não se esqueça de realizar reuniões produtivas, que abram espaço para um brainstorming colaborativo. É a melhor forma de encontrar soluções para problemas, sobretudo em momentos desafiadores.

Centralizar a comunicação

Outro ponto fundamental da gestão de equipes na crise é centralizar a comunicação. A instabilidade costuma deixar os ânimos à flor da pele. E a chance de ocorrer um desentendimento por ruídos de comunicação aumenta. O gestor deve, portanto, ser bastante objetivo e utilizar ferramentas que possibilitem aos profissionais se comunicarem com clareza. 

Dessa forma, ao centralizar a comunicação em uma única ferramenta, os fluxos de trabalho correm com mais facilidade. Novamente, todos sabem de suas responsabilidades, tarefas e prazos. Além disso, uma comunicação clara também promove o engajamento. Ou seja, mantém sua franquia de idiomas ativa.

Pedir auxílio à franqueadora para a gestão de equipe

Por fim, uma prática eficiente para a gestão da sua equipe é o suporte da franqueadora. Ela é, na verdade, um privilégio de quem integra uma rede. Isso porque empresas que adotam outros modelos de negócio não contam com esse auxílio.

Diante dos momentos de crise, então, o gestor de uma franquia de idiomas pode recorrer à franqueadora para encontrar boas práticas para sua equipe. Afinal, as redes costumam ter anos de mercado. Isso significa passar por diversos cenários, bons e ruins. Sua franqueadora certamente já enfrentou uma crise antes, por isso, sabe como manter o negócio ativo e realizar uma boa gestão de equipes neste momento.

Dessa forma, o Yázigi, por exemplo, pode auxiliar o gestor com dúvidas administrativas para ajudar a manter o negócio de pé.

Realizar a gestão de equipes na crise é um desafio para o gestor. Mas, com empenho, é possível manter a franquia de idiomas ativa. Por isso, um dos principais focos deve estar na necessidade dos profissionais e na construção da confiança mútua. Assim, é possível promover o engajamento e a produtividade mesmo em momentos difíceis. 

E, claro, não se esqueça de pedir ajuda à franqueadora. Ela já deve ter a solução! Que tal saber como o Yázigi auxilia seus franqueados a alcançarem o sucesso?

Tweetar
Compartilhar
©Yázigi Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning