6 DICAS DE GESTÃO FINANCEIRA PARA ESCOLAS

YZG | Franquias
Campanha 70 anos

11

AGO

A gestão financeira define metas e prioridades. Quando realizada com competência, evita vários problemas nas escolas, como a falta de capital de giro.   

Assim, é possível manter as contas equilibradas sem prejudicar a qualidade do ensino e investir no que é realmente importante, como um programa de educação bilíngue.   

Mas afinal, como fazer um bom gerenciamento de finanças? Continue a leitura deste artigo para descobrir!   

Como fazer uma boa gestão financeira em escolas?   

A partir de agora, confira algumas dicas que você pode aplicar na sua instituição de ensino. 

1. Tenha um planejamento estratégico  

É essencial contar com um planejamento estratégico para garantir uma boa gestão financeira na sua escola.  

Esse processo serve para desenvolver ou rever a realidade de maneira coerente e completa. Em outras palavras, nesta etapa, a instituição de ensino deverá:   

  • dar um significado para as suas atividades, ou seja, identificar o que é realmente importante; 
  • definir os valores ou princípios que regem suas ações e decisões; 
  • pensar em como promover a máxima satisfação dos clientes

2. Defina metas e prioridades   

Outra dica importante sobre gestão financeira nas escolas é definir metas e prioridades.   

O primeiro passo é pensar em objetivos realistas, que sejam relevantes para a instituição de ensino e não desestimulem os funcionários. 

Podemos citar os seguintes exemplos:  

  • aumentar o faturamento escolar; 
  • reduzir o número de alunos inadimplentes; 
  • economizar em recursos físicos, de modo a tornar a escola mais digital; 
  • oferecer ferramentas tecnológicas que contribuam para a atuação dos professores.  

3. Reduza custos   

Esse é um ponto importante. Reduzir custos faz parte da boa gestão financeira. E é preciso ter em mente que eles são essenciais para o funcionamento de uma instituição de ensino. 

Portanto, procure diminuir gastos excessivos, como as contas de água e de energia, além dos materiais de almoxarifado utilizados na escola.   

Por exemplo, você pode criar campanhas de conscientização para que a comunidade escolar não desperdice esses recursos.   

4. Otimize os recursos disponíveis   

Ainda sobre os recursos, você deve saber como utilizá-los da melhor forma. Para isso, liste o que tem e quais são as prioridades da escola.   

Utilize os espaços, os materiais, as tecnologias e os profissionais disponíveis de maneira inteligente para oferecer uma educação de qualidade. 

Além disso, evite investir em coisas que não são importantes, mas sim no que realmente vale a pena. Um bom exemplo é o ensino bilíngue. 

5. Acompanhe o fluxo de caixa   

Sem dúvida, um dos maiores problemas nas instituições de ensino é não dar atenção ao fluxo de caixa.  

É importante ter uma planilha com classificações de despesas (como pagamentos de água, luz, salários de professores etc) e receitas (como as mensalidades) durante o mês. 

Fazer uma boa gestão de fluxo de caixa é ter o controle financeiro da escola. E, assim, poder investir corretamente para garantir a melhor educação aos alunos.   

6. Tenha uma rotina de pagamentos e cobranças

Defina um prazo para os pais pagarem as mensalidades. Pode ser, por exemplo, o quinto dia útil do mês. Essa é uma boa data, pois muitas pessoas costumam receber nela.   

Também é importante estabelecer uma rotina de cobrança aos inadimplentes e buscar soluções para esse problema.   

7. Crie uma reserva financeira  

Assim como qualquer outro empreendimento, uma escola está sujeita a gastos repentinos e quedas de faturamento. Portanto, é importante que tenha uma reserva financeira

Esses recursos permitirão que a instituição de ensino passe com mais tranquilidade por períodos incertos ou turbulentos, que nem sempre são previsíveis. 

8. Use a tecnologia a seu favor 

Por fim, a tecnologia pode ajudar com a gestão financeira. Você pode usar software para administrar a contabilidade da sua escola. 

Outra ajuda que as ferramentas tecnológicas podem dar é em relação ao ensino. Já imaginou quanto economizará com salas e materiais se contar com plataformas online? 

Como você deve ter percebido, é fácil fazer gerenciamento financeiro nas escolas. Em primeiro lugar, é preciso ter planejamento. Em seguida, controle do que entra e sai. E, por último, uma rotina de pagamentos e cobranças.   

Então, quer fazer a gestão financeira da sua instituitção de ensino? Coloque as nossas dicas em prática e melhore o seu negócio. 

Ah, e não se esqueça de acompanhar as nossas redes sociais no Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Pinterest e Spotify e conferir outros conteúdos sobre gestão escolar!

Twitter Tweetar
Facebook Compartilhar
WhatsApp Enviar
©Yázigi Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning