O QUE É PROTOTIPAGEM?

YZG | Entretenimento
Campanha 70 anos

14

DEZ

Você sabe o que é prototipagem? Trata-se de um processo realizado para transferir ideias do conceito para a realidade durante o desenvolvimento de um objeto virtual ou físico, por meio de protótipos. Quer entender melhor sobre a prototipagem? Confira este post!

O que é prototipagem?

Na prototipagem, há a produção da primeira versão de um produto, muitas vezes sendo menor, mais simples e de baixo custo, para representar as ideias do projeto. Chamamos esses testes de “protótipos”, e com eles é possível observar problemas de design e apontar melhorias, tanto do ponto de vista da equipe que o produziu, quanto do ponto de vista do usuário. 

Os protótipos podem ser físicos ou digitais, contanto que permitam a avaliação e a exploração de um serviço, de uma experiência ou de um produto. Mesmo sendo mais comum como a fase final de um projeto, a prototipagem pode acontecer também durante o processo, ou seja, conforme as ideias são apresentadas para que possam ser testadas e, após aprovações e ajustes, implementadas. 

A importância da prototipagem

A prototipagem ajuda a reduzir as incertezas que existem num projeto ou apresentar soluções antes de inserir o produto no mercado. Com os modelos criados para teste, é possível compreender como os usuários reagiriam ao interagir com o protótipo - se seria como esperado ou não. Dependendo dos resultados, os testes podem se repetir quantas vezes forem necessárias, em estúdios próprios para isso ou até mesmo com potenciais consumidores do produto. 

Geralmente há um ponto que precisa de mais foco, mas é importante prestar atenção em todo o teste para perceber outros ajustes e características importantes do produto. Além disso, a prototipagem evita outros custos relacionados a ajustes maiores, especialmente quando o produto já estiver no mercado.

Como criar um protótipo?

O protótipo pode ter uma variação de finalidade, ou seja, de semelhanças com o produto final. Pode ser de alta fidelidade, com o tamanho ou a escala real do produto; de média fidelidade, que é uma representação parcial e mais específica da ideia; e de baixa fidelidade, que se trata de um esboço ou rascunho da ideia, para mostrar características superficiais, como tamanho e formato. 

Os protótipos menos fiéis são mais baratos e mais simples de construir, feitos apenas para passar ideias gerais; e os de alta fidelidade ao projeto servem para se observar detalhes e características mais específicas. 

Já a variação de contextualidade se refere ao ambiente de testes, podendo ser em laboratório ou na realidade na qual o produto será usado; e aos usuários, finais ou não, que testarão os produtos. Com esses dois fatores combinados, temos os níveis de contextualidade: parcial, total, geral e restrita. Saiba mais sobre eles:

Parcial: usuário final ou ambiente final;

Total: usuário final e ambiente final;

Geral: qualquer usuário e qualquer ambiente;

Restrita: em ambiente controlado.

Quais são os tipos de prototipagem?

Papel: geralmente representam interfaces gráficas com variações do nível de fidelidade por wireframes (como se fossem rascunhos de sites ou de aplicativos), feitas à mão mesmo, ou o produto com os detalhes finais. 

Modelo de volume: esses são os protótipos visualmente mais próximos ao produto final, podendo apresentar detalhes, mesmo que não sejam funcionais. Nesse tipo, há a visão tridimensional do conceito e é possível construí-lo com uma boa fidelidade por meio de materiais simples. 

Encenação: é uma simulação que representa as prováveis ações que os usuários realizarão com o produto ou com o serviço. Pode ser feita com uma máquina ou por meio de diálogos com os usuários de forma natural, assim é possível saber sobre a experiência deles e verificar suas reações durante o uso. Para deixar a cena ainda mais próxima da realidade, é comum a utilização de protótipos em papel ou de modelos de volume, como já explicamos acima.

Protótipo de serviços: aqui é feita uma simulação de objetos, ambientes ou relações interpessoais que representem os aspectos de um serviço. O intuito é o usuário simular a funcionalidade do produto final.

Storyboard: esse tipo de prototipagem cria o visual de uma história com quadros estáticos, compostos por desenhos, fotos ou colagens. Dessa forma, fica fácil visualizar a ligação entre os acontecimentos do processo até se chegar ao resultado final.

Ficou interessado em aprender sobre prototipagem? Então que tal conhecer o Yázigi Explore? Nesse programa, oferecemos um curso incrível para você adquirir conhecimentos nessa área! Confira mais aqui e continue acompanhando o nosso blog.

Como falar sobre sustentabilidade em inglês?

Como a culinária ajuda no aprendizado das crianças?

Venha para o Yázigi!

Aprenda inglês com quem pensa como você. Escolha a unidade mais próxima, junte-se ao Yázigi e torne-se um Cidadão do Mundo!

Twitter Tweetar
Facebook Compartilhar
WhatsApp Enviar
©Yázigi Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning