6 CANÇÕES ROMÂNTICAS INTERNACIONAIS PRA VOCÊ TREINAR O INGLÊS

YZG | Músicas

21

FEV

Aprender inglês não se resume a lições e exercícios de um livro didático, não é? Filmes, séries, músicas, artigos de jornais e revistas, tudo isso pode se transformar em grandes aliados para o seu aprendizado, seja dentro da sala de aula ou no dia a dia.

E aproveitando o clima de romance do mês do Valentine’s Day, nada melhor do que praticar inglês com músicas internacionais perfeitas para dedicar ao seu amor. O Yázigi trouxe uma lista com 6 canções cheias de sentimento e frases interessantes para entender melhor alguns assuntos do idioma. Vem ver!

YOUR SONG – ELTON JOHN

It's a little bit funny this feeling inside

I'm not one of those who can easily hide

I don't have much money, but, boy, if I did

I'd buy a big house where we both could live


If I was a sculptor, but then again, no

Or a man who makes potions in a travelling show

I know it's not much, but it's the best I can do

My gift is my song and this one's for you


And you can tell everybody this is your song

It may be quite simple, but now that it's done

I hope you don't mind

I hope you don't mind that I put down in words

How wonderful life is while you're in the world


Esse clássico escrito por Elton John é uma das mais conhecidas love songs de todos os tempos. Mas é também um exemplo interessante do uso dos termos would e could:

I don’t have much money but, boy, if I did

I would buy a big house where we both could live

Os versos acima expressam uma possibilidade, um desejo de comprar uma casa grande onde o seu amor e ele pudessem viver, se ele tivesse dinheiro para isso (o que é indicado por I don’t have e If I did). Would e could trazem os verbos buy e live para o plano das vontades e incertezas.

MORE THAN WORDS – EXTREME

Saying, "I love you"

Is not the words I want to hear from you

It's not that I want you not to say

But if you only knew

How easy it would be to show me how you feel


More than words

Is all you have to do to make it real

Then you wouldn't have to say

That you love me

'Cause I'd already know


A canção More Than Words é outro hino romântico bastante útil para entender as funções do termo would:

Then you wouldn't have to say that you love me

'Cause I would already know

O uso de would aqui não é exatamente para indicar um desejo ou vontade, mas sim para explicar uma situação que poderia acontecer no futuro se uma das pessoas agisse de uma certa forma. Ou seja: na música, a pessoa diz que a outra não precisaria dizer que a ama, pois com “more than words”, ela já saberia.

STICKWITU – PUSSYCAT DOLLS

I don't wanna go another day

So I'm telling you exactly what is on my mind

Seems like everybody is breaking up

Throwing their love away

But I know I got a good thing right here

That's why I say, hey


Nobody is gonna love me better

I must stickwitu forever

Nobody is gonna take me higher

I must stickwitu


You know how to appreciate me

I must stickwitu, my baby

Nobody ever made me feel this way

I must stick with you


Stickwitu é uma forma contraída e bem informal da frase stick with you (ficar com você). E essa balada romântica das Pussycat Dolls pode te ajudar a entender uma das funções do termo must:

Nobody is gonna love me better

I must stick with you forever

Nesse caso, o must funciona para indicar certeza de algo. Assim, a pessoa afirma que ninguém conseguirá amá-la melhor, então deve ficar com a outra para sempre.

LOVE ON THE BRAIN – RIHANNA

Baby, you got me like, oh

You love when I fall apart

(Fall apart)

So you can put me together

And throw me against the wall


Baby, you got me like, ah, woo, ah

Don't you stop loving me (loving me)

Don't quit loving me (loving me)

Just start loving me (loving me)


Oh, and babe, I’m fist fighting with fire

Just to get close to you

Can we burn something, babe?

And I run for miles just to get a taste

Must be love on the brain


Love on the Brain é uma canção do último álbum de Rihanna e possui um interessante exemplo sobre outra função do termo must:

And I run for miles just to get a taste

Must be love on the brain

Aqui o must não é usado para indicar certeza, mas para expressar uma dedução, uma possível explicação sobre algo que está acontecendo. O verso diz que a pessoa corre por milhas só para “sentir um gostinho”, ter uma amostra de algo (get a taste); e para isso acontecer, só pode ser com amor na cabeça (love on the brain).

CRAZY IN LOVE – BEYONCÉ

I look and stare so deep in your eyes

I touch on you more and more every time

When you leave I'm begging you not to go

Call your name two or three times in a row

Such a funny thing for me to try to explain

How I'm feeling and my pride is the one to blame

'Cuz I know I don't understand,

Just how your love can do what no one else can


Got me looking so crazy right now

Your love's got me looking so crazy right now (in love)

Got me looking so crazy right now

Your touch’s got me looking so crazy right now (your touch)

Got me hoping you'll padin me right now

Your kiss’ got me hoping you'll save me right now

Looking so crazy in love’s

Got me looking, got me looking so crazy in love


Uma das primeiras músicas que colocou Beyoncé no topo das paradas, Crazy in Love é um exemplo de como o verbo got pode ter funções variadas:

Your love has got me looking so crazy right now

Nesse caso, a expressão has got me indica que algo ou alguém está fazendo o interlocutor agir de uma certa maneira. Na música, Beyoncé canta que o amor a está fazendo parecer maluca.

E aí, pronto para fazer uma serenata em inglês para o seu amor? Aqui no Yázigi, apostamos no ensino do idioma que te prepara para usá-lo quando quiser. Venha se tornar um cidadão do mundo com a gente! 

Tweetar
Compartilhar
+1
©Yázigi Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning

Cadastre-se e ganhe uma aula grátis!