TRABALHO NO EXTERIOR: DICAS PARA VOCÊ ESCOLHER O SEU INTERCÂMBIO

YZG | Intercâmbio | 25.abr.2016

Se você já estuda inglês, quer acelerar seu aprendizado e obter a tão desejada fluência mais rapidamente, o caminho é a prática constante com a língua. E quer melhor forma de fazer isso que um intercâmbio?

Atualmente existem diversas opções para realizar seu sonhado intercâmbio: a estudo (de idioma, ensino médio ou profissional), estudo combinado com trabalho, somente a trabalho ou por um trabalho voluntário. Para quem já tem um nível intermediário ou avançado de inglês mas não tem como investir em um intercâmbio no momento, uma forma muito praticada são os programas que permitem trabalhar no exterior.

Nesse tipo de programa, o contato constante com as pessoas nativas ou turistas faz com que a pessoa seja encorajada a falar inglês de forma ininterrupta, enriquecendo o vocabulário e formando frases com mais facilidade.

Dicas de trabalho no exterior

Outra vantagem desse tipo de programa é que, geralmente, é mais acessível financeiramente, já que não é necessário pagar por um curso e, além disso, você irá receber pelo que trabalhar (exceto trabalho voluntário, é claro). Assim, ainda fica com dinheiro para conhecer novos lugares e a cultura local.

Ao escolher trabalhar no exterior em uma agência de intercâmbio, você opta pelo tempo de permanência, se será ou não em período de férias, e o trabalho que prefere realizar. A média de carga horária nos trabalhos no exterior é de 30 horas semanais.

O valor a receber pelo trabalho depende do país e do salário mínimo. Nos Estados Unidos, por exemplo, a média fica entre US$ 7 e US$ 12 por hora. Em trabalhos que recebem gorjetas, o valor médio fica em US$ 2 por hora. Vale se informar sobre cada um deles na agência antes de fechar um programa.

Confira os tipos de trabalhos que você pode fazer no exterior para colocar seu inglês em prática!

AU PAIR

Os requisitos para ser au pair dependem do país, mas normalmente são as seguintes exigências: ser mulher entre 18 e 26 anos, possuir inglês intermediário para conversação e ensino médio concluído. Algumas vezes, dependendo também do país, é requerido que a pessoa tenha experiência com crianças (podendo ou não ser formal). E claro, a candidata a au pair deve gostar de crianças, já que pode cuidar delas por até 45 horas semanais!

A média salarial de uma au pair é de US$ 4 nos Estados Unidos e os benefícios incluem férias remuneradas (você pode aproveitar para realizar passeios no país escolhido, já que recebe pela atividade), mais refeições e acomodação na casa da família, e até bolsas de estudos. O período desse tipo de intercâmbio é de um ano, podendo ser estendido por mais 12 meses.

TRABALHO NA DISNEY

Se você é universitário e tem mais de 18 anos, há programas para trabalho na Walt Disney World Resorts, em Orlando, na Flórida. Na Disney, a pessoa tem contato diário com o inglês e com pessoas de todo o mundo, além de obter experiência de trabalho com hotelaria, gastronomia, relações internacionais e até administração.

Para quem pode ficar nos Estados Unidos apenas nas férias de verão do Brasil (a partir de novembro até o começo de março), esta é uma ótima opção. Para obter o emprego, você precisa também ter inglês avançado ou fluente, além de ser alegre e extrovertido!

A carga horária desse programa é de 30 horas semanais ou mais, podendo ser nos finais de semana. O salário fica em torno de US$ 7 a 10 por hora, mas depende muito da quantidade de horas trabalhadas. Para a acomodação, é preciso que o participante pague o aluguel de um dos quatro condomínios do complexo Disney onde ficam os Cast Members (outros trabalhadores da Disney) e aceite ficar com mais pessoas no apartamento. A média do aluguel é de US$ 100 por semana.

ESTÁGIO

Se você está cursando uma universidade e quer melhorar o inglês ao mesmo tempo em que faz estágio em sua área de atuação, esse programa é uma excelente opção. São oferecidos estágios em qualquer época do ano e em diversas áreas como Marketing, Turismo, Comunicação e Administração.

Para conseguir um estágio, o participante deve apresentar seu currículo e responder às entrevistas das empresas – praticando o inglês a partir desse momento.

O inglês do participante deve ser avançado ou fluente para poder comunicar-se efetivamente. A duração desse tipo de intercâmbio varia de 2 a 18 meses e a idade mínima do estagiário deve ser 18 anos.

A carga horária também varia conforme a empresa, mas está na média de 30 horas semanais – depende da demanda e do empregador. Nos Estados Unidos, por exemplo, a remuneração é a partir de US$ 7 por hora e a acomodação deve ser por conta do participante.

TRABALHO VOLUNTÁRIO

Se você não faz questão de trabalho pago ou não se encaixa nos outros programas até aqui mencionados, uma opção são os programas de trabalho voluntário. No quesito financeiro, você gasta um pouco mais que nos trabalhos pagos, já que deve pagar por sua acomodação e alimentação, sem ganhar pelo trabalho realizado. Mas nesse tipo de intercâmbio o foco é ajudar pessoas ou animais em um país menos desenvolvido.


Esse trabalho pode ser tanto na área ambiental quanto social, como auxiliar no atendimento a crianças que sofreram algum tipo de violência; educar e ajudar a desenvolver crianças carentes; promover cuidados a idosos ou pessoas portadoras de necessidades especiais; proteger, resgatar e/ou cuidar de animais domésticos, marinhos ou selvagens; entre outros tipos de funções.

O voluntário precisa ter mais de 18 anos, inglês intermediário ou avançado e estar disposto a realizar o trabalho com empenho e cuidado. A duração deste tipo de programa  costuma ser de 2 semanas.

E aí? Gostou das nossas dicas? Conta para a gente em qual tipo de intercâmbio você mais se encaixa e se tiver experiências já realizadas, que tal dividir as suas dicas aqui no site do Yázigi?

Tweetar
Compartilhar
+1
©Yázigi Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning