COMO FUNCIONAM AS BOLSAS DE ESTUDOS NO EXTERIOR?

YZG | Intercâmbio

01

NOV

Estudar no exterior é o sonho de muita gente! Além de enriquecer o currículo, a experiência fora do Brasil é maravilhosa e deve deve ser aproveitada por todos que tiverem oportunidade. Para te ajudar, há uma série de bolsas e financiamentos estudantis que podem oferecer as condições necessárias para você realizar o objetivo de estudar em uma instituição estrangeira.

O tema é bastante amplo e há bolsas de todos os tipos e para diferentes focos. Nos itens abaixos, nós separamos os pontos principais que você deve levar em conta durante o seu planejamento, bem como o que precisa fazer para conseguir a sua vaga em uma instituição de ensino fora do Brasil.

Qual o nível educacional?

Em primeiro lugar, é preciso definir o objetivos dos estudos. E isso pode ser completado com a escolha do nível educacional, como:

Graduação

O programa de bolsas pode cobrir todo o curso de graduação em uma instituição de ensino estrangeira, seja ela particular ou seja ela pública. Além disso, há intercâmbios que oferecem a opção do aluno cursar apenas alguns semestres em uma universidade parceira fora do país.

Pós-graduação

Para os alunos já formados na universidade, é possível continuar os estudos em cursos de pós-graduação, procurando por bolsas de mestrado ou de doutorado, por exemplo. É preciso ficar atento ao fato de que os níveis educacionais podem ser diferentes lá fora, oferecendo a você equivalências de títulos distintas na volta ao Brasil.

Cursos diversos

Há instituições que oferecem cursos de verão ou outras especializações mais curtas, com algumas semanas ou poucos meses de duração.

Quem pode oferecer as bolsas?

Os programas de bolsas de estudos podem ser ofertados por diferentes órgãos, como:

Governo brasileiro

Há diferentes programas de bolsas oferecidos pelo governo brasileiro que visam atender aos alunos de graduação ou pós. Durante o curso na universidade, é possível conseguir o aparato financeiro para passar alguns semestres em uma faculdade estrangeira por meio de intercâmbios estudantis. Além disso, é possível também ter acessos a financiamentos para seguir projetos de mestrado ou doutorado em uma instituição fora do Brasil.

A forma do processo seletivo vai depender bastante do nível educacional e da instituição de ensino escolhidos. Há programas que pedem que primeiro o estudante consiga a vaga na universidade e depois pegue a bolsa. Já outros estão diretamente ligados com uma escola específica e já abrem o edital justamente para elas.

Governo estrangeiro

Cada país pode fazer uma oferta de intercâmbio estudantil diferente. Uns podem ser mais abertos e oferecer diversas vagas em instituições de ensino pelo território, outros nem tanto. O importante é que você pesquise com atenção e procure os diversos programas de bolsas educacionais que as nações oferecem aos estrangeiros.

Instituições de ensino

As bolsas de estudos podem ser ofertadas pelas próprias instituições de ensino, sem contar, necessariamente, com um aparato do governo. Isso é muito comum com universidades privadas, por exemplo. Em alguns casos, a própria estrutura dos campus já se enquadram nas ofertas de alimentação e moradia e alimentação.

Empresas privadas

Há ainda a possibilidade de conseguir o financiamento dos estudos no exterior com a ajuda de algumas organizações privadas. Muitas marcas de diversos setores firmam parcerias com universidades brasileiras, oferecendo, de tempos em tempos, a seleção de alunos para realizarem cursos fora do Brasil.

O que as bolsas cobrem?

Os aparatos oferecidos pelas bolsas podem cobrir diferentes partes dos gastos do estudante.

Cobertura completa

Geralmente, essas bolsas de estudo pagam a maior parte das despesas do estudante, principalmente os gastos básicos, relacionados ao próprio curso, à moradia e à alimentação. Há programas que pagam até mesmo as passagens para a viagem.

Cobertura parcial

Há programas de bolsas que arcam apenas com o custo dos estudos. Os gastos com moradia e alimentação devem ser providos pelo próprio estudante. Outras instituições podem oferecer certos valores em dinheiro que não cobrem as despesas em sua totalidade, mas já fornecem uma ajuda aos alunos.

Juntar mais de um programa

Há caso em que você consegue pegar mais de uma bolsa de estudos, conseguindo assim financiar seu intercâmbio por completo. O importante é pesquisar todas as condições do programa o qual você pretende se inscrever.

Quais os critérios dos processos seletivos?

Novamente, os critérios decisivos para a escolha dos candidatos vai depender do tipo do programa. Porém, ainda é possível citar alguns itens básicos que são comuns em muitos processos seletivos mundo afora.

Histórico de estudos

Principalmente para cursos de pós-graduação, o histórico acadêmico é um dos fatores principais durante a seleção dos candidatos. O objetivo é escolher os estudantes que demonstram bons desempenhos nas universidades dos seus países de origem. Além disso, o histórico do ensino médio também pode ser importante para a entrada em cursos de graduação de faculdades estrangeiras.

Vestibulares próprios

Há universidades estrangeiras que desenvolvem um vestibular voltado totalmente para os estudantes internacionais. O objetivo também é selecionar os alunos mais capacitados e que tenham um perfil mais próximo da instituição de ensino em questão.

Cartas de recomendação

É comum que universidades peçam cartas de recomendação dos ex-docentes do candidato às bolsas de doutorado, por exemplo. Se as instituições possuírem um certo nível de parceria o processo pode ficar um pouco mais fácil para o estudante.

Proficiência de idiomas

O inglês se coloca como o principal idioma para te propiciar fazer um intercâmbio mundo afora. Isso porque até mesmo os países que não possuem a língua inglesa como oficial a utilizam em programas educacionais, caso da Alemanha e da Holanda.

Em geral, o nível de proficiência do candidato deverá ser provado com o resultado de testes como o TOEFL e o IELTS, amplamente aceitos nas melhores universidades do mundo.

Não é necessário possuir um nível avançado no inglês para a seleção em todos os casos. Há programas de bolsas que já consideram o nível intermediário como suficiente. Tudo vai depender das exigências feitas pelos órgãos responsáveis pelo intercâmbio.

Comprovação de renda

Certos programas de bolsa podem fazer uma seleção dos candidatos de acordo com a renda familiar. Nesses casos, é possível provar que você se adequa às condições e que está apto a receber o financiamento para os estudos.

Dicas para a preparação

Agora que você já sabe um pouquinho mais dos diversos tipos de bolsas que poderá encontrar por aí, nós separamos também algumas dicas para te ajudar no processo de escolha.

Pesquise muito

Primeiro, pesquise todos os formatos de bolsas de estudos até encontrar o que mais se adequa às suas necessidades. Quando já possuir um foco em mente, vá atrás de saber tudo sobre o programa. Entre nos sites do governo, da empresa ou da instituição de ensino. Baixe os editais e leia com atenção cada uma das condições descritas.

Organize-se

Separe todo o tempo necessário para examinar com cuidado todas as condições pedidas pelo edital do programa de bolsas escolhido. Saiba que, durante o processo de seleção, você deverá realizar uma série de atividades e correr atrás de um monte de documentos e autorizações. Coloque tudo isso na agenda e fique atento aos prazos. Você não quer perder a chance de estudar fora do Brasil por ter esquecido de mandar algo no dia correto, né?!

Pesquise sobre o país

A partir do momento em que você já tiver um foco definido, pesquise também sobre os aspectos culturais do país de destino. Descubra mais sobre o modo que as pessoas de lá enxergam o mundo e conheça um pouquinho do dia a dia naquela nação. Se possível, converse com alguém que já esteve na cidade que você quer e ouça tudo que tiverem a dizer sobre o local.

Planeje-se financeiramente

Por mais que você consiga uma bolsa de estudos integral, ainda haverá algumas despesas que deverão ser custeadas por sua própria conta, principalmente relativas à procura por documentos e autorizações dentro do Brasil.

Os programas de bolsas também podem disponibilizar o dinheiro apenas a partir do momento em que você está lá, pedindo que os primeiros gastos com transporte sejam por sua conta. Além do mais, é fundamental contar sempre com um dinheiro reserva para qualquer emergência.

Estude inglês

Para aumentar o seu leque de oportunidades e te destacar nos processos seletivos, é importante que você apresente um bom domínio do inglês. Por isso, estude bastante! Você pode até usar as nossas dicas:

7 hábitos que prejudicam o aprendizado de inglês

Inglês avançado: como saber em que nível você está

7 coisas que você pode fazer para ganhar confiança no inglês

Venha para o Yázigi!

Aprenda inglês com quem pensa como você. Escolha a unidade mais próxima, junte-se ao Yázigi e torne-se um cidadão do mundo!

Tweetar
Compartilhar
+1
©Yázigi Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning