QUAL A DIFERENÇA ENTRE JAPONÊS, CHINÊS E COREANO?

YZG | Cultura

17

JAN

Diante de tantas culturas e diferenças étnicas, pode ser um pouco difícil distingui-las. Aos olhos de quem não tem conhecimento, muitas coisas que são diferentes das a que estamos habituados podem parecer semelhantes, mas não são. Os idiomas orientais, como o japonês, o coreano e o chinês são às vezes pré-julgados como “o mesmo”. Algumas pronúncias e grafias são semelhantes, mas nós vamos te mostrar que há grande diferença entre essas línguas. Confere aí:

Japonês

Acredita-se que a língua japonesa é derivada de uma mistura de culturas e idiomas. Desde as línguas altaicas, como o turco, passando pela Austronésia até chegar à China, esse idioma carrega muita história. Apesar de ter emprestado alguns sons e caracteres, o japonês formou uma identidade linguística própria.

O japonês é uma língua aglutinante e polissilábica. Ser aglutinante significa que suas palavras são formadas por sufixos e prefixos juntos. Já polissilábica, como você deve imaginar, diz respeito à formação de uma palavra por mais de uma sílaba. Apesar de o japonês ser derivado do chinês escrito, herdou muito mais os sons dos caracteres do que os significados em si. Há algumas semelhanças básicas com o coreano também.

Grafia

Apesar de possuir apenas uma sonoridade, o japonês é composto por 3 alfabetos diferentes. Dois deles, o Hiragana e o Katakana, são formados por 46 caracteres separados em sílabas, que representam sons da língua. O primeiro é o mais utilizado no Japão, sendo que o segundo é comumente utilizado em contextos que envolvem os nomes de países, palavras estrangeiras e até mesmo nomes de produtos.

O alfabeto Kanji, o terceiro do idioma, é o mais complexo dos alfabetos japoneses. Diferente dos demais, é representado por símbolos que significam ideias e conceitos, e podem alterar seu sentido de acordo com o contexto proposto na sentença.

Gramática

Assim como qualquer idioma, o japonês possui as próprias regras e ramificações gramaticais. É quase impossível falar sobre todas as regras em um simples post, mas existem alguns aspectos que podem chocar bastante quem ouve a respeito pela primeira vez, quando comparados com a língua portuguesa.

O japonês não possui diferenciação de gênero na língua, ou seja, não há classificação entre palavras masculinas e femininas; são todas consideradas parte de algo único. Pode parecer um pouco confuso pensar a respeito, mas os falantes da língua costumam usar como referência o nome ou algumas expressões que remetem a um sexo específico. Baseado nessa regra, surge outra que a complementa: não há uso de pronomes na gramática japonesa para representar as mesmas ideias do português. São utilizadas partículas específicas.

Além disso, uma curiosidade interessante é que, ao invés de o verbo conjugar a oração, no japonês quem conjuga é o adjetivo. Ao contrário do português, é o adjetivo que é flexionado de acordo com o tempo verbal presente.

Chinês

Conhecido pela longa trajetória que percorre a história da humanidade, o chinês é considerado um dos idiomas mais antigos do mundo. Esse idioma é subdividido em 7 diferentes dialetos, sendo que um deles é o famoso mandarim. Essas diferentes línguas podem ser explicadas devido à grande população da região, estimada em aproximadamente 1,3 bilhão de falantes.

Diferente do japonês, o chinês pode ser considerado um idioma monossilábico, pois utiliza apenas símbolos para expressar palavras e ideias.

Grafia

A grafia chinesa é conhecida como logograma. Assim como o alfabeto japonês Kanji, o chinês é composto por símbolos que possuem significados específicos. Estima-se que possui mais de 40.000 desenhos simbólicos para representar expressões, palavras e ideias abstratas. Apesar da grande quantidade de símbolos, uma pessoa pode ser considerada fluente se souber aproximadamente 1.300.  

Gramática

Mesmo com a enorme variedade de dialetos existentes na língua chinesa, as características gramaticais são bem parecidas. Como é um idioma composto por um alfabeto simbólico, não existem muitas normas gramaticais, principalmente referentes à flexão das palavras de acordo com o tempo verbal. É considerada uma das línguas mais fáceis de aprender devido àausência de regras gramaticais muito elaboradas.

Coreano

Foi só a partir do século XX que o coreano começou a ganhar forma como é conhecido hoje, antes disso, possuía um sistema de escrita semelhante aos idiomas citados anteriormente. O coreano é uma língua polissilábica, ou seja, possui um alfabeto composto por letras que se aglutinam e formam palavras específicas. O vocabulário coreano sofreu grandes influências externas, como do chinês, do inglês e até mesmo do português.

Grafia

Atualmente, o alfabeto coreano é conhecido como Hangul. A grafia do vocabulário desse idioma é composta por 24 letras básicas, sendo que 10 delas são vogais e 14, consoantes. As consoantes podem sofrer alterações de acordo com o tempo verbal e diferentes contextos, o que acaba aumentando o alfabeto, totalizando cerca de 40 letras.

Mesmo que pareça estranho essa quantidade de vogais comparada às línguas ocidentais, o coreano adapta cada uma das letras de acordo com as necessidades da oração em questão. Sendo assim, as 10 vogais nada mais são do que flexões das vogais que já conhecemos.

Gramática

Como já dissemos, o coreano é uma língua aglutinante. As principais regras gramaticais do idioma são baseadas nas formações das palavras, e não das frases. As sílabas coreanas são conhecidas como jambos, utilizados como blocos para formar as palavras. Veja alguns exemplos:

- consoante + vogal + consoante

- consoante + vogal + vogal

- consoante + vogal + vogal + consoante + consoante

Além disso, no coreano é possível colocar espaços no meio da palavra sem alterar seu sentido.

Viu só como cada uma das línguas possui características próprias? O interessante de conhecer diferentes culturas é que com cada uma delas é possível absorver novos conhecimentos e entender a beleza que há em ser diferente.

Gostou desse post? Veja outros que podem te interessar:

7 livros incríveis para você ler

As cidades mais visitadas do mundo

Venha para o Yázigi!

Aprenda inglês com quem pensa como você. Escolha a unidade mais próxima, junte-se ao Yázigi e torne-se um cidadão do mundo!

Tweetar
Compartilhar
+1
©Yázigi Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning